Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

O que você pode aprender com sua criança interior

O que você pode aprender com sua criança interior

30/01/2020

Todos nós temos uma criança que habita em nosso interior mais profundo. Foram as experiências desta criança que moldaram o adulto que você é hoje – como você, na infância, encarou cada situação pela qual passou, como incorporou os sentimentos que tais situações provocaram, o que aprendeu com cada uma delas e, muito importante, os traumas que elas podem ter gerado.

 

A questão é que, quando nos deparamos com um problema, um obstáculo ou uma adversidade que precisamos enfrentar, poucas vezes olhamos para o passado para procurar maneiras de lidar com elas. Mas é importante que o façamos!

 

Tudo o que aconteceu durante nossa infância fica armazenado numa parte muito importante do cérebro: o inconsciente. É ele que comanda 95% do nosso funcionamento – por isso mesmo é fundamental conhecer o que ele guarda e como essas memórias e recordações podem nos ajudar a fortalecer quem somos hoje.

 

É uma questão de autoconhecimento. Quando conhecemos nossa história e como cada passo dela nos afetou, conseguimos lidar melhor com o presente e nos preparar para o futuro. 

 

Uma das informações mais importantes guardadas no inconsciente é relacionada aos traumas que vivenciamos na infância. Pode ser que você não saiba, mas as sensações negativas que você sente hoje (medo, pânico, insegurança, desconfiança, etc.) muito provavelmente são consequências de traumas que você viveu quando criança. 

 

A boa notícia é que, através do acesso ao inconsciente, é possível não apenas identificar estes traumas como também ressignificá-los, ou seja, tirar deles lições diferentes daquelas que você tirou há muitos e muitos anos. Agora, com a maturidade de um adulto, você encara determinadas experiências com outros olhos.

 

Mas como se acessa o inconsciente, afinal? Em primeiro lugar, é fundamental que este processo seja acompanhado por um profissional qualificado. Uma das maneiras mais comuns de acessar o inconsciente é através da regressão. Ela definitivamente precisa ser conduzida por uma pessoa com experiência para que não haja risco de retraumatização ou consequências negativas.

 

Pensando em ajudar o maior número possível de pessoas a entenderem a origem de seus traumas e libertarem-se deles de uma vez por todas, criei o workshop Cure Sua Criança Interior. É uma vivência imersiva de dois dias intensos, com atividades voltadas para o acesso ao inconsciente e para que os participantes consigam enxergar o passado com clareza e lucidez.

 

A partir do olhar atento à criança que fomos um dia, conseguimos entender muito melhor o adulto que somos hoje. Com o autoconhecimento fortalecido, não apenas o presente melhora, mas as perspectivas futuras também. As relações se fortalecem, os sentimentos negativos se tornam efêmeros perto dos positivos, nos sentimos melhor em relação à pessoa que somos e levamos a vida com mais leveza e fluidez.

 

Para conferir depoimentos de participantes e o cronograma do workshop, clique aqui. Lembre-se de que as vagas são limitadas! Garanta já a sua pelo WhatsApp (11) 99857-4231. Espero você!

 

Um abraço e até a próxima,

Manoel Augusto Bissaco 

O que achou do conteúdo?

Deixe o seu comentário aqui

Uma responsta para “O que você pode aprender com sua criança interior”

  1. Juliane Manoel disse:

    Infomacoes do curso cure sua criança interior

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

Diferença entre sentimento e emoção: você consegue distinguir?

Quando falamos de sentimentos e emoções, costumamos colocá-los em um só lugar. Porém há mais diferença entre sentimento e emoção do que se imagina. Você consegue distinguir? Muitas pessoas não sabem disso e acham que é tudo uma coisa só. Essa falta de informação faz com que o emaranhado de emoções e sentimentos, leve você […]

Leia Mais >

O amor cura tudo? Sozinho é capaz de curar as feridas do coração?

Você acredita que o amor cura tudo? Resolvi falar sobre isso no artigo de hoje por uma razão muito simples. Uma das participantes das minhas aulas trouxe um questionamento muito semelhante. Refletindo sobre isso, percebi que assim como ela tinha essa dúvida, muitas pessoas também poderiam ter.  A pergunta dela direcionada a mim foi: “Ao […]

Leia Mais >

Cura emocional: o processo terapêutico pode ser o “remédio” ou o veneno

Quantas vezes você já ouviu alguém dizer que fez terapia e acabou se frustrando? Que não funcionou, o terapeuta não era bom, ou não gostou? Existem diversos relatos negativos relacionados à busca pela cura emocional. Mas qual o motivo de isso ser algo frequente?  Por que algumas pessoas parecem se beneficiar e outras, aparentemente, não […]

Leia Mais >

Veja todos os posts

arrow_forward