Blog

Nosso Sabotador Sorrateiro: A resistência à mudanças

Hoje iremos falar sobre mudanças!
Mas antes de começarmos a falar sobre a real mudança, nós temos de dar uma olhadinha para um pequeno probleminha que muito de nós temos. Por debaixo do desejo de mudar as circunstancias de nossas vidas, muitos de nós abrigamos um sabotador sorrateiro: uma resistência à mudança. Inerentemente, a maioria das pessoas não gostam de mudanças. Mas vejam bem, estou falando sobre mudança real, não aquela pseudo-mudança que você não precisa fazer nada a respeito, ou seja, ela simplesmente acontece na vida querendo ou não, por exemplo: todos nós envelhecemos, e ao se olhar no espelho, podemos perceber as mudanças que acontecem, podemos mudar de casa, mudar de relacionamento, (mas enfrentarmos as mesmas circunstâncias dos relacionamentos passados, apenas com pessoas diferentes), outro dia mesmo ouvi alguém dizer, que queria cortar o cabelo, pois necessitava de mudanças na vida…
Não é deste tipo de mudança que estou falando, a esta categoria poderíamos chamar, pseudo-mudança, pois você querendo ou não elas acontecem, mas de fato não mudam os padrões que regem a sua vida.
Então o que é esta resistência à mudança? Porque a maioria de nós não quer mudar realmente?
De fato é mais fácil permanecer onde está, deixar as coisas como estão. Isso requer menos esforço, então muitas vezes uma parte de nós quer permanecer exatamente onde está. É mais ou menos assim: não está bom , mas eu sei lidar com isso. Pode parecer mais fácil lidar com uma situação que seja familiar, mesmo que isso não seja o ideal, então para que se arriscar com uma pessoa ou coisa que não se conhece, ou não se sabe a respeito.
Então quando nos começamos a contemplar a real mudança em algum aspecto de nossas vidas, a resistência pode aparecer muito rapidamente.
Eu posso até ouvir você agora dizendo.”eu não tenho medo de mudanças! Eu quero emagrecer! Eu quero ganhar mais dinheiro! Eu quero curar o meu corpo!”
Eu realmente acredito que você conscientemente queira tudo isso. Mas eu também sei que como seres humanos nós constantemente temos crenças inconsciente ou semi-conscientes, medos e bloqueios. E nós falamos que queremos mudar, mas de alguma maneira permanecemos onde estamos, emperrados. Não nos movemos para frente, ou pior, recaímos e voltamos muitos passos para trás.

Medo de conseguir o que se quer
Todo ser humano quer ser bem sucedido em algo, pelo menos no nível consciente. Infelizmente, nosso inconsciente tem a sua própria maneira de agir. E como agora sabemos através da neurociência , 95% de toda mudança comportamental e emocional é feita através da mente inconsciente, seria uma insanidade não falar ou deixar para lá essa tal de mente inconsciente , não é mesmo?
A mente consciente é constituída de das coisas que temos percepção- como pensamentos que temos diariamente, as decisões que fazemos, e por ai vai. A mente inconsciente, por outro lado, está nos bastidores, comandando o show. É o guia escondido de nossos pensamentos e decisões, e na grande maioria das vezes simplesmente “toca” velhas experiências e programas de nossa infância, como uma velha fita que toca a mesma música de novo e de novo…
Quantas vezes você já esteve engajado em uma mudança como: ( começar a se exercitar) apenas para descobrir que não ia durar ? e ai você se desanima, se chama de nomes horríveis, e simplesmente vem a tona varias razões porque você não fez e não faria o que precisa ser feito para completar a trabalho. E quanto mais você faz isso, pior isso fica. E então mais experiências de fracasso você acumula, logo mais insegurança você tem para as próximas vezes, e assim perpetuando o ciclo interminável dessa espiral.
Não está certo que isso acontece com você? Não acha que você briga com a mudança?
Aqui vão algumas perguntas que você pode se fazer, para reconhecer isso:
• Auto sabotagem: quando as coisas começam bem, e você se pega de uma forma ou de outra estragando tudo;

• Procrastinação: você sempre adia, nunca começa, sempre existem desculpas;

• Perfeccionismo: precisa estar tudo absolutamente perfeito antes de você continuar;

• Falta de clareza: você não começa porque você não tem certeza do que quer;

• Indecisão: não decide se manter na direção da mudança.

Se você se identificou com alguns desses padrões em sua vida. É importante dar uma olhada mais de perto para essa resistência à mudança. Pois a menos que você cuide dessa resistência, a batalha continuará. ( ps: a força de vontade, não é um meio eficaz para lidar com isso, pois em muitos casos além de não durar, te coloca de volta naquele ciclo sem fim.)
Ainda que você não saiba, existem muitas maneiras de abordar essa resistência, e acredite você ou não, sua mente inconsciente tem razões suficientes para continuar agindo assim, e mantendo essa resistência.
Ao longo de minha prática clínica, pude estudar e contemplar muitas técnicas e abordagens que falam diretamente com a mente inconsciente. O núcleo Terapêutico Sinapse, desenvolveu Treinamentos e abordagens terapêuticas completamente voltados para falar falar diretamente com a sua mente inconsciente.

nenhum comentário

2

Deixar um comentário